• Equipe Qly Ervas

Mitos sobre a musculação

Atualizado: 20 de dez. de 2021

Acredito que algumas dessas afirmações universais de academia você já deve ter escutado: gravidez e atividade física não combinam; quanto mais peso, melhor o exercício; faça pouca repetição; e por aí vai. A questão é que a prática da musculação mudou com o passar dos anos e novos estudos foram surgindo para desmitificar velhos boatos. Confira abaixo!

1- Agachamento para quem tem dores nos joelhos:

Precisamos abandonar a ideia de que esse exercício é proibido para quem sente dores nos joelhos. Aparelhos que trabalham os músculos isoladamente, como a cadeira extensora, depositam muito mais carga na região. O agachamento distribui essa carga para outros lugares como tornozelo e quadril.

2- Idosos, gestantes e crianças não podem treinar

Hoje em dia é comum ver idosos na academia. Com o passar dos anos, o corpo vai perdendo massa óssea e muscular. Realizar atividades que respeitem a limitação do corpo e que ao mesmo tempo trabalhem o fortalecimento dos músculos é de extrema importância para evitar que ocorra essa perda. A observação para as limitações também vale para as gestantes, que, mesmo assim, podem realizar musculação. É necessário que ocorra um acompanhamento médico visando mais a saúde da mãe e do bebê que a hipertrofia.

Em relação às crianças, elas costumam ser banidas porque muita gente acredita que a musculação pode interromper o crescimento. Porém, na prática pensada para a faixa etária e bem tutorada, dificilmente podem ocorrer lesões, sendo menores os riscos até do que em esportes normalmente iniciados na infância, como a ginástica artística.

3- Não é necessário alongar

Isso é um mito. Os músculos precisam relaxar após o estímulo. O ideal é que você realize o alongamento mais leve, sem trabalhar muito a flexibilidade. Após o treino, o corpo está mais tensionado e os músculos inchados devido ao aumento de circulação sanguínea, por isso, alongamentos muito pesados podem lesionar os músculos.

Práticas como yoga ou pilates são recomendadas de serem feitas antes do treino.

4- A dor que sentimos após a musculação é ácido lático

Quem nunca ficou alguns dias sem ir pra academia devido às dores de um treino que atire a primeira pedra. O desconforto é real, mas suas causas não passam de um mito. A dor após a musculação é uma inflamação nas fibras musculares, relacionada com o crescimento do músculo (hipertrofia).

Porém não é necessário ficar dolorida todas as vezes para ter maior resultado. Geralmente, a dor surge quando ocorre troca de estímulos, quando uma pessoa sedentária inicia a prática ou quando aumenta a carga ou troca a série de exercícios.

Até o próximo post!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo